REUTERS/Yves Herman

A partir do próximo sábado, dia 13, já podes ir às compras com o teu cão. O centro comercial Alegro Alfragide, em Lisboa, é o primeiro shopping “pet friendly” do país. Mas não basta apareceres lá com o teu animal como se de um passeio no parque se tratasse.

Alegro Alfragide dá, desta forma, um passo em frente em prol dos direitos dos animais no mês em que entrou em vigor o novo estatuto a eles referente. Para tal, é necessário que registes o teu amigo de quatro patas no balcão de informações – deves apresentar toda a documentação, como o registo do chip, o boletim de vacinação, a licença municipal e o seguro de responsabilidade civil (regulamento aqui) – e recebes o Passaporte Alegro, um género de passaporte canino. Depois de tratar de toda a burocracia, vais receber também uma chapa (da qual terás de te fazer acompanhar sempre que visitares o centro comercial com o teu cão), que contém todas as tuas informações e as do animal.

Mas não é só: a trela não poderá ultrapassar um metro e meio de comprimento, os patudos terão de usar açaime sempre que for necessário e utilizar o “WC canino”, junto da entrada da Torre Índio do shopping. Será então possível que passeies com o teu cão em qualquer um dos espaços indicados no mapa do shopping, com excepção do hipermercado. Aliás, poderás levar contigo até dois cães, mas eles não poderão entrar nas lojas – excepto nas que se identifiquem, igualmente, como “dog friendly”.

O centro comercial Alegro Alfragide preparou ainda uma supresa para este fim-de-semana: como presente de boas-vindas, vai decorrer um Mercadinho Animal, na Praça Principal, entre as 10h e as 21h. Produtos personalizados, fotografias, caricaturas e serviços de tosquias são algumas das ofertas. A União Zoófila marcará também presença no evento, para assinalar esta data.

Artigo actualizado às 11h16 de 10 de Maio.
Foi clarificado o regulamento.

Leia também

Observatório para a Defesa dos Animais quer educação nas escolas para prevenir maus-tratos

O Observatório Nacional para a Defesa dos Animais considerou ser necessário aplicar a lei …