Numa quinta onde vivem cerca de 130 animais, há espaço para quatro porcas — mas está a ficar apertado. Por isso, a Quinta das Águias, que dá guarida a todos estes seres vivos, está a promover uma campanha de crowdfunding. O objectivo? “Angariar dinheiro para um futuro recinto para as quatro porcas, bem como o seu enriquecimento ambiental.” Das quatro porcas, duas são veteranas e duas recém-chegadas. Há também uma com história. Bolota passou pelos ecrãs televisivos, mas a carreira não se prolongou e quando a fama chegou ao fim, aproximou-se o desfecho mais comum: o abate. Assim seria se o projecto minhoto, que se estende por cinco hectares em Paredes de Coura, não a resgatasse. Anos mais tarde, BolotaMiss Piggy e as recentes Belly e Jelly precisam de novos abrigos. A Quinta das Águias, que se assume como “um santuário e refúgio para animais em necessidade” e uma organização sem fins lucrativos, pede 13 mil euros para os abrigos. Os apoios à iniciativa podem, através da campanha de crowdfunding, ir dos 5 aos 200 euros e as recompensas vão desde um agradecimento público a uma estadia de uma noite na quinta com pequeno-almoço, visita guiada e um presente surpresa. A campanha na plataforma PPL é flexível: os apoiantes podem escolher doar mais do que 200 euros e, ainda, escolher a modalidade incondicional. Assim, mesmo que o objectivo não seja atingido, a Quinta das Águias pode receber o montante angariado.

Leia também

Esquece a caixa de areia. Já existe uma casa de banho para gatos e cães pequenos

Depois de uma caixa de areia mais funcional, surge um novo recipiente que poupa os donos d…