Marta é médica veterinária de animais exóticos e trabalha na Exóticos em Braga

Todos os porcos, quando nascem, são pequenos e nos porcos vietnamitas isso nota-se ainda mais. No entanto, eles crescem. Um mini-pig é mini comparativamente aos porcos de produção, mas entende que enquanto um porco vietnamita é capaz de ter um peso de 30 quilogramas, ou até mesmo de 70, um porco de produção de carne tem facilmente 300.

Os porcos são animais fantásticos, super inteligentes e óptimos animais de companhia, mas não acho que ter um porco seja para qualquer família.

Um porco vietnamita não é um animal que deva ficar todo o dia sozinho em casa à espera do nosso regresso ao fim do dia para um passeio de trela pela rua. Claro que eles até podem passear connosco de trela mas é fundamental que tenham espaço e acesso ao exterior, como um pequeno quintal para poderem exercitar e brincar. Um mini-pig que não seja intelectualmente estimulado pode acabar por desenvolver alguma frustração o que pode levar a stress e, eventualmente, a alguma agressividade. Eles devem ter uma zona com terra para se poderem esfregar, escavar e rebolar. Devem ter uma cama quentinha e aconchegante para os dias mais frios e um sítio para chapinharem e se refrescarem nos dias mais quentes. Um porco entretido é um porco feliz!

Um porco vietnamita (tal como qualquer animal de estimação) é um compromisso e uma responsabilidade. No caso dos mini-pigs esta é uma responsabilidade para a vida. São animais que vivem em média 10 a 15 anos, podendo chegar aos 20 e, como tal, a sua compra ou adopção deve ser feita de forma ponderada.

Uma das questões mais frequentes que me colocam sobre porcos é se podem viver com cães. Podem, mas não aconselho a que os deixem sem supervisão. Um porco e um cão podem dar-se muito bem um com o outro até ao dia em que se zangam — e as sequelas podem ser graves, principalmente para o porco. Compara-se frequentemente os mini-pigs com os cães, mas tenham em mente que eles são semelhantes na inteligência e na capacidade de aprendizagem de truques e regras, contudo, em termos de comportamento, um porco e um cão diferem bastante. Basta pensarmos que os mini-pigs são presas e os cães predadores.

Além disso, a chave para termos um mini-pig em harmonia em nossa casa e com todos os membros da nossa família (pessoas e animais) é a educação. É importante criarmos regras desde o primeiro dia em que ele chega a nossa casa. Os porcos precisam de treino, precisam de interacção social e de actividades desafiantes. É fundamental, tal como com muitos outros animais, que não se recompensem comportamentos indesejáveis. No entanto, é crucial que a educação/treino de um mini-pig não seja forçada. Eles aprendem pela antecipação de uma recompensa (de preferência comida) e não pelo medo de um castigo. Saberes isto fará toda a diferença na educação do teu porco de estimação.

Se os mini-pigs existem? Não. Mas existem porcos vietnamitas com cerca de 50 quilogramas, com um feitio desafiante, uma inteligência incrível, uma força tremenda e um apetite fora de série.

Exóticos em Braga – Clínica Veterinária de Animais Exóticos

Morada
Avenida Alfredo Barros, 24
4715-350 Braga

Telefone
96 6216775

E-mail

Facebook

Leia também

Os animais não são prendas de Natal

Thierry Correia, Departamento Comunicação Científica da Royal Canin Portugal Ter um animal…