Watson, Kiko e Harry — dois cães e um gato — são inseparáveis e parece que o que mais gostam de fazer juntos é dormir aconchegados, seja no sofá, na cama ou junto ao mar. E a dona regista cada um destes momentos na conta de Instagram, que tem quase 300.000 seguidores. Watson foi o primeiro animal que Jennifer acolheu depois de sair de casa e mudar-se para Washington, nos EUA. Quando o golden retriever branco completou oito meses de idade, Kiko, um golden retriever de pêlo acastanhado com cinco anos, juntou-se à família e os dois cães criaram uma ligação especial. Ao tablóide britânico Metro, Jennifer disse que “Kiko tinha problemas de ansiedade” quando foi adoptado. “Tentei ajudar o Kiko através do Watson porque sabia que este poderia fazê-lo, tal como me ajudou com a minha ansiedade e depressão”, explicou. Pouco tempo depois, Harry juntou-se a Watson e a Kiko. Jennifer contou, também ao Metro, que, apesar de estar um pouco “confuso e assustado” com a nova casa e os novos amigos, Harry, que era ainda um gato bebé quando foi adoptado, depressa entrou nas brincadeiras dos dois cães. “Watson é muito gentil e tem um temperamento muito calmo e amigável. Por isso, foi fácil dar as boas-vindas ao Harry e fazê-lo sentir-se confortável na sua nova casa.” Watson é o elo de ligação entre os membros da família e uma presença constante em todas as fotografias. A sua alegria foi benéfica, principalmente, para o outro cão. “É como se o Watson soubesse que o Kiko precisava de apoio”, disse Jennifer ao site The Dodo. Os dois cresceram juntos e encontraram um novo companheiro que, para além de partilhar o gosto por comer e dormir, ainda se comporta como um cão. Estas aventuras são contadas pela dona através das fotografias que tira ao trio de melhores amigos.

Leia também

Os cães têm duas vezes mais neurónios do que os gatos

Evidências na literatura científica sugerem que os animais domesticados possuem cérebros r…