Como é que a fotografia pode ter um papel activo na preservação das espécies animais? O fotógrafo Sean Gallagher acredita que esta “forma de arte pode ser uma forma de inspirar mudança e trazer esperança” – duas características importantes quando se tenta combater a extinção de espécies. Por isso, decidiu criar uma conta no Instagram onde divulga imagens de fotógrafos de vida selvagem, fotojornalistas e cientistas que se juntaram ao projecto. O objectivo das fotografias, ora adoráveis ora assustadoras, é celebrar a biodiversidade e mostrar como a mesma pode estar ameaçada, até mesmo por quem está nesse momento a fazer scroll pelo feed que mostra fósseis, animais embalsamados, cientistas em acção, indivíduos de espécies quase extintas, a relação entre animais selvagens e populações que vivem na área, ou os resultados da caça furtiva. A página começou em Setembro de 2017, tem até agora 13 mil seguidores e está aberta a receber colaborações livres que documentem as causas, os efeitos e, claro, as soluções.

Leia também

Espinho tem uma nova política de apoio animal

A Câmara Municipal de Espinho revelou esta terça-feira novas estratégias de apoio a animai…