Não estivesse Wiebke Haas, autora do projecto Horsestyle, habituada a lidar com cavalos e nenhum destes animais se exibiria tão majestosamente para a sua câmara. Mas a fotógrafa alemã é uma confessa “apaixonada” por equídeos e estes lá se foram revelando, aos pouquinhos, até perderem as inibições e se mostrarem glamorosos, poderosos, belos – e divertidos. “Eles conseguem ser hilariantes e muito engraçados”, diz, na memória descritiva do projecto que este ano ficou em terceiro lugar nos Sony World Photography Awards, na categoria de Natureza e Vida Selvagem. A fotógrafa, que não consegue “imaginar um dia sem cavalos”, tenta “arrancar-lhes expressões quase humanas” e foca-se na “coreografia harmónica dos seus cabelos” — nota-se? Depois, é deixá-los ser (fabulosamente) naturais.

Leia também

É preciso criatividade para ajudar o burro da Graciosa — e para este concurso de fotografia

Fotografar para celebrar “a população asinina nos Açores”, com destaque para “o mais único…