O movimento #AdoptProtection quer que os americanos troquem as armas pelos cães. A campanha pretende aumentar o número de adopções dos canis e dar às famílias americanas uma alternativa de quatro patas às armas de fogo.

Estudos mostram que os cães, mesmo de raça pequena, são mais eficientes a impedir assaltos do que armas. O movimento #AdoptProtection entrevistou ainda ex-presidiários, polícias, criminologistas, treinadores de cães e especialistas para corroborar este argumento.

Com base nestes resultados, foi lançada uma campanha que convida as pessoas a considerarem adoptar um cão como alternativa às armas. “Os cães são uma protecção com que as crianças podem brincar e que dá amor incondicional.”

O #AdoptProtection realça que não pretende transmitir a mensagem de que os cães são agressivos, apenas “ter zero cães abandonados, zero casas desprotegidas e, com sorte, menos incidentes com armas”. Já são mais de 200 os canis que estão a aderir ao movimento e quem deixar uma arma no momento da adopção tem um desconto de 200 dólares nas despesas de adopção.

Através de uma campanha de angariação de fundos, o #AdoptProtection está a tentar conseguir 15 mil dólares para ajudar os abrigos e cobrir gastos relacionados com a divulgação desta mensagem, como publicidade e merchandising.

Leia também

Identificados mais de mil suspeitos em operação contra comércio ilegal de animais selvagens

A Organização Internacional de Polícia (Interpol) anunciou esta quarta-feira, 20 de Junho,…