É um emprego capaz de te fazer gritar Mamma Mia! — mas em vez de teres de restaurar uma casa a cair aos bocados, serias o fiel cuidador de 55 gatos. Localização: Syros, uma pequena ilha grega, banhada pelo mar Egeu. O anúncio “para um emprego de sonho” está a ser divulgado na página de Facebook de um santuário para gatos, chamado God’s Little People Cat Rescue.

A responsável pelo santuário procura “uma pessoa madura e genuinamente apaixonada por gatos”, que realize as tarefas diárias da associação, enquanto a cuidadora habitual “está ausente”. Joan Bowell não revelou, para já, a razão pela qual se teria de ausentar.

God’s Little People Cat Rescue

Os candidatos têm de “saber como lidar com muitos gatos”, alguns deles de “temperamento selvagem”, adorar a sua companhia, alimentá-los e medicá-los, se necessário. É valorizada a experiência em medicina veterinária e ter carta de condução é um pré-requisito, justificado pela hipotética necessidade de levar um dos animais ao médico veterinário. É dada preferência a pessoas com mais de 45 anos, dizem.

“Sem dúvida que te darás melhor se fores o tipo de pessoa que aprecia viver na Natureza, gosta de tranquilidade e da tua própria companhia”, escrevem. A pessoa seleccionada irá viver numa casa, isolada numa reserva natural, com um jardim próprio virado directamente para o mar Egeu e cerca de “uma mão cheia de gatos” dentro de casa. Todas as despesas são pagas.

God’s Little People Cat Rescue

O emprego, em regime de tempo parcial (aproximadamente quatro horas por dia), começa em Outubro, com um mês de voluntariado. “O trabalho pago começa em Novembro”, escrevem, com “um salário que reflicta a realidade grega“. A oferta é para uma posição “de longa duração”, mas o mínimo exigido são seis meses.

As candidaturas devem ser enviadas para joanbowell@yahoo.com. No final de Agosto, os “candidatos mais adequados” irão ser entrevistados por Skype.

God’s Little People Cat Rescue é uma associação registada, sem fins lucrativos e gerida por dinheiros privados, que assegura um santuário para gatos doentes e um centro de adopção, em Syros.

Leia também

A casa de Ahmed é o primeiro hotel para gatos do Iraque

Parte da casa de Ahmed Taher Maki, um estudante de medicina veterinária, ganha novos habit…