O vídeo de reencontro (em cima) é, de si, emocionante. Mas torna-se ainda mais comovente quando sabemos a história que levou ao desaparecimento de Bentley durante 19 dias.

O goldendoodle de um ano foi projectado de um jeep aquando de um acidente de viação fatal, a 7 de Agosto. Seguia na parte de trás do carro, com um casal e a filha, uma família do Kansas que estava a visitar o Colorado. A condutora, a mãe, Jennifer Orr, morreu no local. A filha, Samantha, ficou ferida.

E Bentley desapareceu, depois de ter sido projectado do veículo e corrido montanha abaixo, assustado. Para reunir esforços para o encontrar, e ajudar a família no momento de luto, uma semana depois do acidente foi criada uma página no Facebook chamada Bring Bentley Home. Era oferecida uma recompensa de dois mil dólares a quem o encontrasse.

Durante quase dez dias, não houve novidades. Até que, na quinta-feira, 23 de Agosto, Joseph Stratmann o viu. O homem, que vive no Colorado, avistou o cão numa área de difícil acesso, mais alta do que a a estrada de montanha onde ocorreu o acidente.

Samantha conta que Joe, como lhe chama, conduziu durante horas até ao local, depois de ter visto um anúncio no Craigslist. Quando soube que o encontraram, deixou o Kansas e, no sábado, aventurou-se pelos trilhos montanha acima até encontrar Bentley, muitas horas depois.

Bentley esteve desaparecido durante 19 dias

“Este cão tem sido o que eu apenas posso comparar a uma cabra da montanha durante 19 dias”, escreveu, na publicação que incluiu um vídeo onde mostra o reencontro com o animal de companhia. O goldendoodle  estava “desidratado e desnutrido”, mas “parecia bem, sem lesões”, descreve.

Num segundo vídeo, visivelmente emocionada, Samantha agradece a toda a gente que a ajudou a encontrar Bentley e um motivo para sorrir, “numa altura muito difícil para toda a família”.

 

 

Leia também

Dar banho ou não: eis a questão

Manuela Araújo é médica veterinária e responsável por Dermatologia no Hospital Veterinário…